Geral

Receita divulga regras para declaração do IR 2011

15/12 - 15h17


Para o ano que vem, a Receita determinou a obrigatoriedade da elaboração via computador


 


A Receita Federal anunciou as normas e procedimentos para a apresentação da declaração do IRPF (Imposto de Renda da Pessoa Física) de 2011, ano-calendário de 2010.

De acordo com a instrução normativa publicada nesta segunda-feira no Diário Oficial da União, está obrigada a apresentar a declaração a pessoa física que: recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 22.487,25; recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, acima de R$ 40 mil; e/ou obteve ganho de capital na alienação de bens ou direitos ou realizou operações no mercado financeiro.

O valor mínimo para a obrigatoriedade de apresentação da declaração foi corrigido em relação ao determinado por Medida Provisória no final de 2008. Na ocasião, a tabela progressiva colocava como valor mínimo de rendimentos tributáveis R$ 17.989,81. Receita paga restituições do último lote do IR na quarta-feira

A instrução normativa aponta também a obrigatoriedade para a apresentação da declaração da pessoa física que: teve a posse ou a propriedade de bens ou direitos de valor total superior a R$ 300 mil; passou à condição de residente no Brasil; optou pela isenção do IR incidente sobre o ganho de capital auferido na venda de imóveis residenciais, cujo produto da venda seja aplicado na aquisição de imóveis residenciais, no prazo de 180 dias da venda.

A norma também determina a obrigatoriedade relativa à atividade rural e os casos em que a pessoa física está dispensada da apresentação quando dependente, além de definir as normas para a opção pelo desconto simplificado.

Para a declaração do ano que vem, a Receita determinou a obrigatoriedade da elaboração via computador, por meio de programa a ser distribuído na página do órgão na internet. A declaração deverá ser apresentada de 1º de março a até 23h59min59s do dia 29 de abril. As declarações poderão ser enviadas pela internet ou, caso apresentadas em disquete, entregues nas agências da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil.

A Receita ainda divulgou as normas e prazos para a apresentação de retificação da declaração, quando for necessário, e das multas em caso de entrega foram do prazo. Também apresentou a maneira de realizar a declaração e dispôs sobre quais bens devem ser declarados, além da forma de pagamento do IR.

*Folha de São Paulo





Notícias anteriores

» Que em 2011 a esperança vença o medo!
» Caixa confirma pagamento de delta retroativo
» Total de cheques frios cresce 1,68%
» Tulio Zamin confirmado para assumir a presidência do Banrisul em 2011
» Superávit da Previ beneficia a CASSI
» Bancários do HSBC cobram acordo global
» Caixa tenta prorrogar a compensação dos dias da greve de maneira irregular
» Atendimento bancário no interior é das 8h às 10h no dia 24
» Caixa bancário tem direito a dez minutos de intervalo a cada 50 trabalhados
» Acordo sobre superávit da Previ é aprovado por 80% dos participantes
» Senado aprova indicação de Tombini para o Banco Central
» Empregados escolhem, de 13 a 17, membros do Conselho de Usuários do Saúde Caixa
» Polícia Federal multa bancos em R$ 2,243 milhões na 88ª reunião da CCASP
» Aumentos reais de salários batem recorde no semestre
» Febraban divulga horário de funcionamento dos bancos no Natal e Ano Novo
» Sindicato convoca associados para assembleia
» Sancionada lei que proíbe demissão por justa causa de bancário com dívida
» CUT reitera defesa do mínimo de R$ 580
» Receita dos bancos de investimento atinge US$ 1,5 bilhão
» Fetrafi-RS lança novo portal de notícias e vídeo institucional comunicação
Busca por notícias:
Palavra:

galeria


CUT Rio Grande do Sul


Federação dos Bancários RS

baner

Abraço