Geral

Polícia Federal multa bancos em R$ 2,243 milhões na 88ª reunião da CCASP

15/12 - 15h19


Campeão de multas foi o Banco do Brasil, com R$ 523 mil


Os bancos foram multados em R$ 2,243 milhões por descumprimento da lei federal nº 7.102/83 e normas de segurança, durante a 88ª reunião da Comissão Consultiva para Assuntos de Segurança Privada (CCASP) do Ministério da Justiça, sob coordenação da Polícia Federal (PF), realizada nesta terça-feira, dia 14, em Brasília. O campeão de multas foi o Banco do Brasil, com R$ 523 mil, seguido pelo Itaú Unibanco com R$ 483 mil, a Caixa Econômica Federal com R$ 426 mil e o Santander com R$ 379 mil. O titular da Comissão de Segurança Bancária da Fetrafi-RS, Lúcio Paz, participou da reunião representando a entidade e a Contraf-CUT.

Confira os bancos multados:

Banco do Brasil - R$ 523,644 mil
Itaú Unibanco - R$ 483,536 mil
Caixa Econômica Federal - R$ 426.474 mil
Santander - R$ 379,834 mil
Bradesco - R$ 307,932 mil
HSBC - R$ 65,366 mil
Mercantil - R$ 42,400 mil
Citibank - R$ 14,134 mil

Total: R$ 2,243 milhões

Dos 297 processos envolvendo bancos, foram aplicadas 184 multas. Houve também vários processos arquivados e outros foram retirados de pauta para apreciação na próxima reunião. Na sua maioria, os bancos foram punidos por problemas em relação à validade do plano de segurança de agências e postos, número insuficiente de vigilantes e falhas no sistema de alarme.

Os bancos precisam ter responsabilidade social e destinar parte de seus imensos lucros para investir mais em segurança. Eles preferem descumprir as normas e pagar uma série de multas do que aumentar os investimentos em medidas eficazes e equipamentos preventivos para evitar assaltos e sequestros, destaca o representante da Fetrafi-RS e da Contraf-CUT na CCASP, Lúcio Paz.

É preciso destacar que mais uma vez houve multas por transporte irregular de valores efetuados por bancários. De acordo com a legislação e conforme portaria da PF, tal encargo deve ser desempenhado exclusivamente por vigilantes, completa Paz.

Também foram punidas empresas de vigilância e transportes de valores, bem como centros e escolas de formação profissional de vigilantes, com aplicação de multas e outras penalidades como advertência e cancelamento de registro. Ao todo, incluindo bancos e empresas, estiveram em pauta 504 processos, mostrando o descaso com as normas de segurança.

Os bancos continuam infringindo as leis de segurança. É inconcebível que, ainda hoje, os bancários transportem numerário a mando dos bancos. Esperamos que esses procedimentos não se repitam, como forma de eliminar riscos e proteger a vida dos trabalhadores, salienta o diretor da Fetec-CUT/PR, Carlos Copi.
Foi a quarta e última reunião da CCASP em 2010, um fórum tripartite criado em 1985 e que conta com representantes do governo federal e de entidades patronais e dos trabalhadores (bancários e vigilantes). A Contraf-CUT representa os bancários. A CCASP se reúne em média a cada três meses, tem caráter opinativo e julga processos abertos pelos fiscais das Delegacias Estaduais de Segurança Privada (Delesp) da PF.

*Contraf-CUT com edição da Fetrafi-RS





Notícias anteriores

» Que em 2011 a esperança vença o medo!
» Caixa confirma pagamento de delta retroativo
» Total de cheques frios cresce 1,68%
» Tulio Zamin confirmado para assumir a presidência do Banrisul em 2011
» Superávit da Previ beneficia a CASSI
» Bancários do HSBC cobram acordo global
» Caixa tenta prorrogar a compensação dos dias da greve de maneira irregular
» Atendimento bancário no interior é das 8h às 10h no dia 24
» Caixa bancário tem direito a dez minutos de intervalo a cada 50 trabalhados
» Acordo sobre superávit da Previ é aprovado por 80% dos participantes
» Senado aprova indicação de Tombini para o Banco Central
» Empregados escolhem, de 13 a 17, membros do Conselho de Usuários do Saúde Caixa
» Receita divulga regras para declaração do IR 2011
» Aumentos reais de salários batem recorde no semestre
» Febraban divulga horário de funcionamento dos bancos no Natal e Ano Novo
» Sindicato convoca associados para assembleia
» Sancionada lei que proíbe demissão por justa causa de bancário com dívida
» CUT reitera defesa do mínimo de R$ 580
» Receita dos bancos de investimento atinge US$ 1,5 bilhão
» Fetrafi-RS lança novo portal de notícias e vídeo institucional comunicação
Busca por notícias:
Palavra:

galeria


CUT Rio Grande do Sul


Federação dos Bancários RS

baner

Abraço