Em assembleia realizada nesta quinta-feira (6), a categoria aprovou adesão à Greve Geral

Os bancários e bancárias de Santa Cruz do Sul e Região aprovaram a participação no dia de paralisação, 14 de junho. A mobilização nacional pretende barrar a aprovação da Reforma da Previdência.

A greve geral, chamada pelas centrais sindicais, ocorre contra os projetos de ataques do governo Bolsonaro à aposentadoria, à educação, em defesa dos empregos e das empresas públicas. A pauta central são as mudanças na reforma da Previdência, contidas na PEC 06/19, apresentada pelo governo federal em 20 de fevereiro à Câmara dos Deputados. A aposentadoria aos 65 anos para homens e 62 anos para mulheres, com 40 anos ou mais de contribuição. A proposta do governo retira o direito de uma aposentadoria digna para maioria dos(as) brasileiros(as).

Conforme o coordenador de comunicação do Sindibancários Cândido Castro Machado, a participação da categoria neste dia de paralisação demonstra que os(as) bancários(as) estão preocupados com o risco do fim da Previdência Pública. “Precisamos barrar este retrocesso que ameaça nossos direitos, é hora de nos unirmos com todas as categorias para que os(as) trabalhadores(as) tenham o direito de uma vida digna”, salientou o coordenador do Sindibancários.

Uma nova assembleia de organização do movimento está marcada para o dia 13 de junho às 18h, na sede do Sindicato – rua Sete de Setembro, 489.

 

______________________________________________________
           Assessoria de Imprensa do Sindibancários de SCS e Região

             Fernanda Almeida

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *