Nós, Conselheiros de Saúde, integrantes do Conselho Municipal de Saúde de Santa Cruz do Sul – RS, manifestamos nossa indignação e repúdio às palavras proferidas pelo deputado federal Osmar Terra contra as medidas de prevenção sanitária para conter a doença COVID-19, provocada pelo novo coronavírus. Sua manifestação, em horário de alta audiência da Rádio Gazeta, no programa Sala do Cafezinho, nesta terça-feira, dia 24 de março de 2020, e outras que têm proferido nos meios de comunicação, sem nenhuma consistência científica, usando um palavreado raso, não condiz com a postura médica, tampouco com a de um ex-Secretário de Estado de Saúde e de qualquer outro cargo público de relevância, tais quais os que já ocupou.

Seu desprezo pelas ações que estão sendo envidadas no país, no nosso Estado, na região e em nosso município, para evitar o colapso do sistema de saúde, proteger a população de risco de morte, que inclui um grande número de idosos é irresponsável e criminosa. Ao afirmar “conheço como uma epidemia se comporta, como é que a gente tem que agir, aprendi muito na frente ali, na prática, na experiência de vida. Não tô aqui falando de teoria lá da torre de marfim, lá duma universidade fazendo um calculozinho lá”, mostra claramente a sua ignorância sobre a COVID-19. Sua afirmação faz parte da produção de falsas notícias, as conhecidas fake news, e pode induzir muitas pessoas a erro.

Considerando o alto índice de letalidade entre os grupos de risco, queremos nos dirigir às pessoas idosas e seus familiares, bem como às pessoas com problemas crônicos e à sociedade em geral, para alertar do alto risco de morte que o novo coronavírus ocasiona a todas as pessoas infectadas. Pedimos encarecidamente que não acreditem e nem dêem confiança a um Deputado Federal que aqui caiu de “paraquedas”, via telefone, e que aparenta viver numa redoma de vidro, com plano de saúde e excelente remuneração com dinheiro público. Este deputado, pelo jeito, pouco se importa com o que possa nos acontecer.

Como defensores do Sistema Único de Saúde – SUS, insistimos que deve ser revogado urgentemente o teto dos gastos do SUS, congelado por 20 anos, aprovado de forma irresponsável pela maioria dos deputados federais e senadores no final de 2016, por Emenda à Constituição. Queremos que o SUS cumpra plenamente seus três princípios básicos: Universalidade, Integralidade e Equidade.

Se não tivéssemos o SUS, o Brasil não conseguiria enfrentar esta grave situação de saúde pública e o SUS precisa sair fortalecido para cumprir o seu papel de ser o MAIOR E O MELHOR  plano de saúde de todos os brasileiros e de todas as brasileiras.

Por fim, solicitamos que a comunidade fique atenta aos comunicados e orientações prestadas pelo município de Santa Cruz do Sul e mantenha o afastamento social e somente saia de casa para assuntos inadiáveis.

SUBSCREVEM ESTE MANIFESTO:

 

1) Conselheiros e conselheiras representantes dos usuários  e das  usuárias do SUS:

– SALETE FABER, Presidenta e representante do Sindicato dos Trabalhadores, Agricultores Familiares de Santa Cruz do Sul;

– ALDAIR BANDEIRA DA SILVA E CÉLIA MARGIT ZINGLER, representantes do Sindicato dos Bancários de Santa Cruz do Sul e Região;

– JANETE JAEGER, representante da Associação dos Usuários dos CAPS de Santa Cruz do Sul;

– GILBERTO DE MORAIS SARAIVA, representante da Associação de Moradores do Bairro Verena;

– JULIO MACHADO, representante do Sindicato dos Metalúrgicos de Santa Cruz do Sul e Região;

– MANOEL TEIXEIRA, representante do Sindicato dos Empregados no Comércio de Santa Cruz do Sul e Região;

– JOSÉ BONIFÁCIO ALMADA MARTINS, representante do Sindicato dos Funcionários da Prefeitura Municipal de Santa Cruz do Sul;

– DARCI BENKE, representante da Associação Cultural de Integração Comunitária de Santa Cruz do Sul;

– PAULO LARA, representante do Sindicato dos Vigilantes de Santa Cruz do Sul e Região;

– Telmo Zanette, representante do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Fumo e Alimentação de Santa Cruz do Sul e Região.

 

2) Representantes dos Trabalhadores em Saúde:

– JOSÉ CARLOS HAAS, representante o Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Serviços de Saúde de Santa Cruz do Sul.

 

Santa Cruz do Sul, 25 de março de 2020.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *