Leia a nota
A Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Instituições Financeiras do Rio Grande do Sul (Fetrafi/RS) manifesta seu apoio e solidariedade à Juíza do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região, Valdete Souto Severo, bem como aplaude a coragem por esta demonstrada com a publicação do artigo “Por que é possível falar em política genocida no Brasil em 2020”, no sítio eletrônico “Democracia e Mundo do Trabalho em Debate”.
No desempenho de sua prestação jurisdicional, a Juíza Valdete Severo sempre pautou suas decisões – também seguidamente corajosas – nos mais importantes e necessários princípios do Direito do Trabalho. E em todos os debates dos quais participa, nos mais diversos fóruns e circunstâncias, a Juíza Valdete é sempre uma voz consistente e equilibrada.
Sua postura não é diferente na publicação do referido artigo. O Brasil – da mesma forma que o mundo inteiro – vive hoje uma situação de pandemia com proporções nunca antes enfrentadas. E, nessa crise sanitária sem precedentes, o governante maior desfila sem máscara, orienta as pessoas a voltarem para o trabalho, atua como garoto-propaganda de medicações sem eficácia comprovada e busca o confronto com governadores e prefeitos, enquanto seu governo está há dois meses sem ministro titular da Saúde e nenhuma política pública efetiva para o combate ou contenção deste vírus que já matou quase 90 mil pessoas no país.
Tais atitudes – a bem da verdade, omissões – merecem críticas fortes. E é isso o que está no artigo da Juíza Valdete Severo – um autêntico ato de cidadania.
0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *