O Sindicato dos Bancários de Santa Cruz do Sul e Região repudia o Projeto de Lei 1904/2024. O PL, que equipara o aborto realizado após a 22ª semana de gestação ao crime de homicídio, tem sido amplamente debatido e enfrentado críticas e apoio de diferentes setores da sociedade.
Protestos ocorreram em v√°rias cidades, com mobiliza√ß√Ķes significativas. Esses atos denunciam a urg√™ncia na tramita√ß√£o do projeto sem debate adequado e sem considerar as graves consequ√™ncias para a sa√ļde e a dignidade das mulheres. As manifesta√ß√Ķes tamb√©m destacam a alta incid√™ncia de viol√™ncia sexual no pa√≠s, argumentando que o foco das pol√≠ticas p√ļblicas deveria ser a prote√ß√£o e o suporte √†s v√≠timas, e n√£o a sua criminaliza√ß√£o.
Manifestamos nosso rep√ļdio ao PL, argumentando que ele representa um retrocesso nos direitos reprodutivos e na autonomia das mulheres, especialmente aquelas que foram v√≠timas de estupro.
‚úä Nenhum direito a menos!
Estuprador não é pai!
Criança não é mãe!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um coment√°rio

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *